SENTIMENTOS..PENSAMENTOS E IMAGENS

Arquivo para julho, 2010

VOCABULARIO DA VIDA

Vocabulário da vida

Adeus:

É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica.

Amigo:

É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta.

Amor ao próximo:

É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos.

Caridade:

É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte.

Ciúme:

É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.

Lágrima:

É quando o coração pede aos olhos que falem por ele.

Mágoa:

É um espinho que a gente coloca no coração e se esquece de retirar

Netos:

É quando Deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.

Orgulho:

É quando a gente é uma formiga e quer convencer os outros de que é um elefante.

Perdão:

É uma alegria que a gente dá e que pensava que jamais a teria.

Pessimismo:

É quando a gente perde a capacidade de ver em cores.

Paz:

É o prêmio de quem cumpre honestamente o dever.

Raiva:

É quando colocamos uma muralha no caminho da paz.

Simplicidade:

É o comportamento de quem começa a ser sábio.

Saudade:

É estando longe, sentir vontade de voar; e estando perto, querer parar o tempo.

Solidão:

É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto.

Ternura:

É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas.

Sinceridade:

É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.

Anúncios

MELHOR LUGAR

Existe um lugar: Onde o amor é verdadeiro. Onde não existe preço a pagar. Onde tudo se conquista nada se compra. Onde os dias são calmos e só se ouve verdades. Onde se dorme um sono de paz e todos os amanheceres saõ lindos. Onde as flores tem um cheiro especialE os abraços vem acompanhados,  com muito amor e carinho. Existe um lugar onde as coisas  não estão numa vitrine e não existe cartões de crédito…Este lugar se chama…CORAÇÃO.

NAS MINHAS MAOS

 Tenho nas mãos dois caminhos, duas decisões, mesmo quando tudo parece desabar,cabe a mim decidir, entre rir ou chorar,entre ir ou ficar, entre desistir e o lutar.Se o mar está revolto, posso ficar na praia ou sair para pescar e talvez,nunca mais voltar.
Tenho nas minhas mãos o bem e o mal,e entre eles poucos pensamentos,um diz para fazer sem culpa o outro pensa, reflete e pede para esperar.Enquanto o mundo se perde em erros,posso me manter sereno, sem medo porque tenho a chave da minha vida, nas minhas mãos.
Então, hoje me sinto mais forte, atravessei os desertos da alma.amei quem não me amou, e deixei de lado quem muito me amava,coisas de afinidade, sentimentos vagos da alma e atravessei caminhos nem sempre floridos,que deixaram marcas profundas em mim,mas amei e fui amado…Por isso, tenho nas mãos bem mais que a vida,tenho a duvida e a certeza, a esperança e o medo,o desejo e a apatia,o trabalho e a preguiça e me dou o direito de errar sem me cobrar e acertar sem me gabar.Porque descobri no caminho incerto da vida,que o mais importante é o decidir,e decidi de uma vez por todas,ser simplesmente feliz e esse caminho não tem volta…     PAULO ROBERTO GAEFKE

Nuvem de tags